Quem está acostumado a trabalhar com impressoras digitais, certamente já conhece ou ouviu falar sobre sistema de cores CMYK.

O CMYK é o método de composição para materiais impressos (Cyan, Magenta, Yellow e Black) e sua percepção é produzida a partir da absorção e reflexo da luz no espectro visível ao olho humano.

Porém existem algumas limitações que não podem ser reproduzidas, o que torna esse método limitado para algumas cores.

Quando adicionamos cores especiais como a fluorescente Yellow e Pink, o espectro aumenta consideravelmente, pois a misturas dessas cores com o CMYK formam um leque maior de tonalidades.

• Vivacidade

Uma das principais diferenças quando usamos apenas o CMYK ou CMYK + Flúor é a vivacidade e intensidade das cores. Isso ocorre, pois, alguns componentes da tinta fluorescente permitem a emissão da radiação de luz recebida. Quando a superfície fluorescente é exposta a luz cria-se esse efeito de luminescência mais atraente aos olhos humanos.

• Iluminação

Um ponto muito explorado na relação CMYK e fluorescente é o fator iluminação, que para determinados mercados podem ser oferecidos com diferenciais.

O mercado têxtil que vem se beneficiando muito com esse diferencial por exemplo, pode fabricar uniformes para treinos noturnos onde o atleta será melhor sinalizado seja no ciclismo ou na corrida ao ar livre.

Além dos tipos de iluminações mais comuns, as cores fluorescentes ganham ainda mais destaque quando expostas a luz negra, que cria uma percepção de “neon” onde a reflexão da luz ocorre apenas nas cores fluorescentes.

• Aplicação

Com esse efeito de maior reflexão de luz e por ser mais atraente aos olhos, as cores fluorescentes são aplicadas em diversos mercados onde a visibilidade é crucial, como sinalizações ou uniformes de segurança, porém durante a década de 80 invadiram a moda e era muito fácil encontrar essas cores em desfiles, festas, propagandas ou filmes. Elas voltaram nos últimos anos aos holofotes da moda, no entanto, com algumas mudanças que acompanharam a tecnologia.

Em suma…

Para atender essa demanda e tendência no mercado da moda, a sublimação com tintas fluorescentes vem ganhando espaço, devido a facilidade de gerar novas cores além do controle de demanda e diversidade de aplicações.

É possível desenvolver estampas em CMYK com pequenos detalhes em flúor, utilizadas em mercados como fitness, moda praia e uniformes esportivos.

Sobre o autor:
Tiago Marciano –
Especialista de Desenvolvimento de Produtos Têxteis Mimaki Brasil

 

Tem curiosidade? Confira os equipamentos para sublimação da Mimaki:

0 Comentários

Deixe um comentário